PDJ Show 24 – O advogado que decidiu fazer games: A história de Daniel Monastero, co-fundador da Garage 227 Studios

No PDJ Show de hoje eu tive a honra de entrevistar o Daniel Monastero, co-fundador da Garage 227 Studios.

O Garage 227 está há 2 anos desenvolvendo o jogo Shiny, que será publicado nas próximas semanas. A expectativa é grande e hoje você vai poder absorver um pouco dos bastidores da produção desse game através desse papo com o Daniel.

O Daniel Monastero tem uma história incrível de como ele estruturou e implementou sua mudança de carreira. Eu acho impossível você sair dessa entrevista com pelo menos uma grande lição.

Assista a entrevista e saiba:

  • Como Daniel Monastero mudou de profissão após passar 10 anos trabalhando na área de Segurança Pública
  • Planejando a mudança para a carreira de jogos: a importância de estipular uma meta, estudar o mercado e de pesquisar portfólios de ponta para entrar na área de games
  • Como aproveitar os conhecimentos e formações em outras áreas para agregar em seu trabalho com jogos
  • Iniciando a carreira na área de modelagem: os primeiros trabalhos e o momento de criar uma empresa
  • A formação da Garage 227 Studios: criando um portfólio para crescer no mercado
  • A história do game Shiny: jogo de plataforma de sobrevivência que será lançado para consoles e Steam
  • O desafio do Game Rating: sobre avaliar e adaptar o conteúdo do jogo para as normas de cada país onde o jogo será distribuído
  • Desenvolvendo um jogo em 2 anos: a importância de estruturar um primeiro projeto para colocar o estúdio de jogos no mercado
  • Os planos futuros da Garage 227 Studios após o lançamento do game Shiny

Reproduzir

Escute também pelo iTunes e se inscreva no nosso Podcast!

Clique para compartilhar as frases no Twitter

Tweetable: “Eu olhei o portfólio de todos que eu queria fazer uma carreira igual e me dei 5 anos para mudar de profissão” @Garage_227 via @ProdJogos

Tweetable: “Toda vivência que eu tive em outra profissão eu trago para minha carreira de jogos todos os dias” @Garage_227 via @ProdJogos

Tweetable: “O pitch do game Shiny é esse: ajude os outros, compartilhe sua energia para se salvar” @Garage_227 via @ProdJogos

Links mencionados na entrevista

Site da Garage 227 Studios

Trailer do game Shiny

Sobre mudar de carreira para criar jogos

Agora eu gostaria de ouvir de você, caro leitor.

Qual foi a sacada mais importante que você tirou desse episódio do PDJ Show? E, mais importante, que ação você vai tomar para implementar essa sacada no seu jogo, na sua carreira, ou na sua empresa de jogos?

Importante: Compartilhe suas ideias e sacadas dessa entrevista diretamente nos comentários abaixo.

Obrigado por assistir a entrevista e por compartilhá-la com seus amigos e colegas de trabalho.

Até o próximo PDJ Show,

Raphael Dias

  • Eduardo Gus

    Fantástica entrevista! Quanta informação importante, realmente fundamental para quem quer desenvolver jogos bem. Valeu, Raphael e Daniel!

    • Raphael Dias

      Valeu, Eduardo! Realmente essa entrevista ficou bem densa, com bastante informação, e ao mesmo tempo descontraída. É sempre um prazer bater um papo com o Daniel Monastero 🙂
      Abraço!

  • Deiverson Silveira

    As partes que mais gostei:
    – Ele sempre tratou desde o inicio como uma carreira, e fez um planejamento de realizar todos os cursos e absorver o máximo possível.

    – Extremamente importante inglês fluente.

    – Depois de 10 anos trabalhando com segurança publica, emprego publico estável (com direito a ferias prêmios, cursos no FBI, NYPD), decidiu deixar a profissão e trabalhar com jogos em 2009-2010.

    – Ele se dedicou muito em todos os cursos que fez, cultivou um bom relacionamento com todos os professores dos cursos que fez, comprou muitos livros, era o primeiro a chegar aos cursos e ultimo a sair, etc. Estudando e produzindo.

    – Faça alguma graduação, nenhuma graduação é inútil no desenvolvimento de jogos. Nunca descarte sua bagagem acadêmica ou profissional anterior, traga ela para dentro dos jogos.

    – Ao realizar a transição de carreira, é necessário descobrir em qual área você vai se identificar melhor para desenvolver seu papel melhor.

    – Se você der tempo ao tempo, você não vai se frustrar.

    – Ele gostava do zbrush e de fazer personagens, mas considerava que estava a 10-15 anos de distancia para virar um modelador de personagens ao nível que ele gostaria.

    – Ou você queima a ponte, ou você sempre vai querer dar um passo para tras e voltar.

    – Quando queimou a ponte, ou seja, dispensou o emprego estável, começou a modelar cerca de 120 itens em 30 dias, fazia cerca de 5 modelos por dia, MAS ANTES QUEIMAR, QUITOU TUDO QUE TINHA QUE QUITAR.

    – Tinha consciência que ia ganhar mesmo no inicio.

    – A equipe começou com Ed no Concept Art, Daniel Modelava e Animava e o o Rafael fazia jogo.

    – Esclarecimentos importantes sobre o papel do Diretor Criativo (pessoa que tem a palavra final), que se confunde muito com o papel do Game Designer.

    – Rating de http://www.pegi.info/

    Observações pessoais:
    – Shiny me lembrou muito a dinâmica do jogo que eu gostava muito chamado Oddworld (1997-2011)

    – Fiquei interessado como funciona essa nova estrutura de contrato que fazem.