Game Engine: o que é, para que serve e como escolher a sua

Você já pensou em como os movimentos, os personagens e os obstáculos se encaixam naquela cena do game que você joga pelo console, smartphone ou PC? Parece ser algo muito difícil juntar tudo isso, certo?

A vantagem é que desde o surgimento das game engines essa tarefa ficou mais fácil. A partir delas, desenvolvedores indie e grandes empresas lançam jogos de sucesso para várias plataformas diferentes.

Neste artigo eu vou te explicar exatamente o que é e para que serve uma game engine. Vou te dar alguns exemplos e te direcionar para alguns outros artigos para você se aprofundar no assunto, beleza?

Então, bora começar…

Afinal, o que é uma game engine?

Se você sempre ouviu esse nome, mas não entendia do que se tratava, saiba que uma game engine (em português, motor de jogo) consiste em um programa para computador ou um conjunto de bibliotecas capazes de juntar e construir todos os elementos de um jogo em tempo real.

Ela inclui motor gráfico para renderizar gráficos em 2D ou 3D, motor de física para detectar colisões e fazer animações, além de suporte para sons, inteligência artificial, gerenciamento de arquivos, programação, entre outros.

Isso tudo significa que é possível criar um game do zero de maneira mais simples e replicar vários estilos jogos com mais facilidade, como um FPS ou um jogo de plataforma.

Em outras palavras, graças às game engines hoje uma pessoa consegue sozinha fazer um jogo que na década de 80 seria necessário uma equipe inteira.

Vamos agora ver alguns exemplos de game engines.

Exemplos de game engine

Construct 2

Criada pela empresa Scirra e lançada para o público em 2007, a Construct 2 permite a criação de jogos digitais multiplataforma em 2D baseados em HTML 5. Os games feitos nela podem funcionar em smartphones, tablets, computadores, navegadores e até o console Wii U.

Uma das maiores vantagens oferecidas por esta engine é que ela pode ser perfeitamente usada por pessoas que não sabem programar: de desenvolvedores independentes a professores, estudantes, designers e empresas.

Aqui no Produção de Jogos nós temos um guia completo para você conhecer a Construct 2, dá só uma olhada:

Você também pode conferir diversos tutoriais úteis sobre essa engine nos links abaixo:

Aliás, se você já começou a desenvolver um game utilizando esse programa, não deixe de conferir o ebook gratuito com 12 dicas matadoras para você criar jogos na Construct 2:

GameMaker

A GameMaker é a ferramenta mais indicada para iniciantes no desenvolvimento de jogos. Não é preciso saber programar e nem mesmo entender muito sobre a área de games para iniciar um projeto.

A engine vem com tudo o que você precisa, como fontes, texturas, sons e músicas, entre outros. Além disso, ela permite exportar os games para diversas lojas, como a Steam, Google Play, iOS App Store, Windows Store e Mac Store.

É iniciante e quer saber mais sobre esse programa? Então dá uma olhada nesse artigo que eu escrevi com todos os detalhes sobre o GameMaker e como começar a utilizá-lo:

Unity

A Unity se tornou uma das engines mais populares entre desenvolvedores independentes após seus criadores terem liberado uma edição gratuita (com algumas limitações) em 2009. Games de franquias famosas, como Angry Birds, foram feitos usando essa game engine.

Ela permite criar games para smartphones, tablets, consoles, browsers e PCs e funciona tanto no Windows quanto no Mac OS (com versão em Linux em estágio de teste. Alias, se você usa Linux dê uma olhada nesse artigo aqui com ferramentas para desenvolvedores de jogos).

A engine tem uma versão paga, a Professional Edition, que custa US$75 por mês e pode ser testada por 30 dias. Já a Personal Edition, que é gratuita, possui menos recursos e pode ser utilizada por desenvolvedores independentes. A ferramenta ainda possui ofertas e descontos especiais para empresas e instituições educacionais.

Ficou curioso para saber mais sobre a Unity? Então conheça mais sobre o programa no artigo abaixo:

Confira ainda estas duas entrevistas com desenvolvedores de jogos que usam a Unity:

Tutoriais sobre a Unity

Alguns dos membros da Academia de Produção de Jogos já escreveram alguns tutoriais de Unity aqui no blog. Dá uma olhada aí:

Unreal

A Unreal Engine está por trás de grandes franquias como Mortal Kombat X, Batman, Borderlands, Tekken 7 e BioShock 2. Ela foi desenvolvida pela Epic Games e foi utilizada pela primeira vez para produzir um game de tiro e hoje é base para outros vários estilos de jogos.

O núcleo da engine foi escrito na linguagem C++, o que possibilita uma boa portabilidade para diversos consoles e sistemas operacionais.

RPG Maker

Muitos iniciantes no desenvolvimento de jogos acabam optando pela RPG Maker devido a facilidade e rapidez que ela oferece na criação de um game. E apesar de parecer uma ferramenta simples, a engine está por trás de sucessos do mundo do RPG como os clássicos Final Fantasy, Chrono Trigger, Dragon Quest e Pokemon.

Existem diversas versões dessa engine. A mais nova delas, chamada RPG Maker MV, é capaz de exportar games para Mac OS X, Android, iOS e HTML 5.

Quer saber mais sobre a RPG Maker? Então dá uma olhada neste artigo, onde detalhamos o que você pode fazer com ela:

Confira outros nomes de engines muito utilizadas no mercado:

  • CryEngine
  • GameSalad
  • Blender
  • Godot Engine

Games de sucesso e suas game engines

Confira a seguir alguns jogos de sucesso e saiba em quais game engines eles foram criados.

Mortar Melon

Game Engine

Mortar Melon é um fruit shooter criado na Construct 2. Lançado para Wii U e Xbox One, o game se tornou um sucesso e já ultrapassou 1 milhão de downloads.

Assassin’s Creed: Identity

game-engine-unity

Um dos games da série do Assassin’s Creed foi criado com a Unity. Trata-se do primeiro jogo da franquia feito para iPad e iPhone e é um RPG em terceira pessoa em 3D.

Temple Run Trilogy

game-engine-unity

Lançado em 2011, Temple Run foi um dos games mais viciantes dos últimos tempos e se tornou um verdadeiro sucesso. Disponível para Android, iOS e Windows Phone, o jogo foi criado na Unity.

Borderlands

game-engine-unreal

Borderlands é um jogo de tiro em primeira pessoa criado na Unreal Engine. O jogo foi lançado em 2009 e tem versões para Playstation, Xbox 360, Windows e Mac OS.

To The Moon

game-engine-rpg-maker

Um dos RPGs de sucesso mais populares criados com a RPG Maker é o game To The Moon, produzido por Kan “Reives” Gao e lançado pela desenvolvedora indie Freebird Games. Além do roteiro, a trilha sonora do game também é muito elogiada por críticos.

Hotline Miami

game-engine-gamemaker

Criado por Jonatan Söderström e Dennis Wedin, Hotline Miami é um dos vários cases de sucesso envolvendo a engine GameMaker. O jogo de ação em 2D chegou a ser aclamado por conhecidos sites de reviews de games como Eudogamer e GamesRadar. Ele está disponível para Steam, Humble, PS4, PS3 e PS Vita.

Em quais sistemas uma game engine funciona?

Grande parte dos motores de jogos estão disponíveis para o sistema operacional Windows ou Mac, no entanto, os usuários de Linux também podem contar com boas ferramentas para criar games.

Para saber quais são esses programas, basta dar uma olhada no nosso ebook com 34 ferramentas para desenvolver jogos no Linux.

Como escolher a melhor game engine para seu jogo

Não existe a melhor engine entre todas as disponíveis, mas sim a que melhor se encaixa com o jogo que você quer criar e seu nível de conhecimento. E para te ajudar a escolher o melhor motor de jogo para seu projeto, eu escrevi um ebook pra você baixar e ler:

Baixe o ebook acima e comece hoje mesmo, combinado?

Abraço e até a próxima.