Desenvolvedores contam como foi desenvolver o jogo Circus in the Darkness

0 Flares 0 Flares ×

Entre outubro e novembro de 2018 aconteceu a 7ª Maratona da Academia de Produção de Jogos.

Nessa edição os participantes tiveram 30 dias para o desenvolvimento do jogo com o tema sugerido de Minimalismo.

Ao final da maratona, eu sempre faço uma mentoria com as equipes que entregaram o jogo para traçarmos juntos os próximos passos estratégicos do jogo (melhorias necessárias, plano de marketing, etc).

Nessa edição eu decidi entrevistar algumas equipes que chegaram até o final e hoje você vai conhecer a história da equipe Spiral Digit Studio e do jogo Circus in the Darkness:

A equipe Spiral Digit Studio é composta por:

  • Manfred – Programação
  • Rafael Stader – Programação
  • Pedro Antunes – Arte
  • Matheus Anjos – Música & SFX
  • Beto Moreno – Gerenciamento de Projeto e Game Design

(Se você faz parte da Academia de Produção de Jogos, não deixe de conferir no nosso Fórum privado o devlog do jogo!)

Conheça mais sobre o Circus in the Darkness

Você e sua trupe de circo chegam em um vilarejo aparentemente vazio. Quando resolvem acampar, cansados de uma longa viagem, forças sombrias raptam seus amigos enquanto você é deixado para trás. Sozinho porém corajoso, você resolve seguir os rastros das criaturas até chegar em uma mansão sombria para ir ao resgate de seus amigos!

Na mansão você luta contra inimigos, combate demônios para salvar seus amigos e, com ajuda deles, descobre uma ameaça ainda maior!

Bom, é isso! Eu acredito que a gente aprende muito vendo os outros fazerem e com certeza dá para você tirar vários aprendizados dessa entrevista com o Spiral Digit Studio.

Agora eu quero saber de você

Qual a principal sacada que você teve com essa entrevista? E como você pode implementar isso nos seus próximos jogos?

A sua resposta pode ajudar outros desenvolvedores que estão passando pela mesma situação.

Ficarei esperando a sua resposta nos comentários!

Abraço,

Raphael