Aprendendo no Campo de Batalha: As Experiências do CEO da Oktagon Games

Aprendendo no Campo de Batalha: As Experiências do CEO da Oktagon Games

No episódio de hoje eu conversei com o Ronaldo Cruz, CEO da Oktagon Games. O Ronaldo tem grande experiência empreendendo com games. Ele criou sua primeira empresa de jogos em 2003 e agora está na sua segunda empresa. Nesse episódio ele fala como saiu da parte de programação para começar a fazer a gestão da empresa (e o quanto isso foi importante pro crescimento da Oktagon). Nós falamos de investimentos, da importância de ter uma boa equipe, dos fracassos que os ajudaram ir mais longe Continue lendo

Criando personagens para Darksouls, Bloodborne e Ryse, com Eduardo Mosena

Criando personagens para Darksouls, Bloodborne e Ryse, com Eduardo Mosena

Se você quer trabalhar com arte para games, esse novo episódio do podcast é pra você. Nele eu conversei com o Eduardo Mosena, que atualmente trabalha como Chief Character Artist (ou seja, ele é o chefão de criação de personagem), na Square Enix. A gente conversou sobre a trajetória dele saindo de São Paulo até chegar nesse ponto de sucesso da carreira no Japão. Antes da Square Enix, ele trabalhou na FromSoftware criando personagens para DarkSouls 3 e Bloodborne e também trabalhou na Crytek dentre Continue lendo

Ela recusou £200.000 e criou um dos melhores jogos VR de 2018, com Ana Ribeiro

Ela recusou £200.000 e criou um dos melhores jogos VR de 2018, com Ana Ribeiro

Se você tem algum interesse em jogos de Realidade Virtual ou se sente inspirado com histórias de pessoas que superaram todas as adversidades para trabalhar com jogos, você não pode perder o episódio de hoje do podcast. Eu quero te apresentar a Ana Ribeiro, uma das pioneiras de jogos VR no Brasil e criadora do premiado jogo Pixel Ripped 1989. Ela é formada em Psicologia, mas entrou num concurso no Tribunal de Justiça do Maranhão logo que saiu da Universidade e em um momento decidiu Continue lendo

Conseguindo uma VAGA numa empresa de jogos, dicas do recrutador da RIOT GAMES

Conseguindo uma VAGA numa empresa de jogos, dicas do recrutador da RIOT GAMES

Você quer trabalhar numa empresa de jogos? Trabalhar num ambiente criativo e dinâmico e com o que você gosta? Muita gente tem esse sonho, mas acaba esbarrando em muitas dúvidas sobre como conseguir o primeiro emprego na área ou como passar por um processo seletivo com sucesso. Por isso, no novo episódio do podcast eu conversei com o Frederico Machado, recrutador na Riot Games (a empresa por trás do League of Legends). Ele está recheado de dicas para quem está procurando um primeiro emprego na Continue lendo

Game Design, Networking e Carreira no Exterior, com Matheus Pitillo

Game Design, Networking e Carreira no Exterior, com Matheus Pitillo

Se você tem o sonho de criar jogos, já deve ter ouvido falar sobre a área de game design. Mas, afinal, o que é game design? O que o game designer faz no dia a dia? Qual é a importância dele no desenvolvimento do jogo? E uma das perguntas que eu mais recebo: como se preparar para se tornar um game designer? Se você tem interesse nessas respostas, não pode deixar de conferir a entrevista que eu acabei de publicar! Nela eu conversei com o Continue lendo

O sucesso de AKANE na STEAM: Inspirações, número de vendas e mais!

O sucesso de AKANE na STEAM: Inspirações, número de vendas e mais!

Nesse episódio do podcast eu trouxe o Artur Fernandes, o artista por trás da Ludic Studios. A Ludic Studios é uma empresa de Manaus responsável pelo desenvolvimento dos jogos Akane e The Keeper. O Akane é o primeiro jogo publicado do estúdio e foi um sucesso de crítica e de vendas na STEAM. Se você acompanha os episódios há mais tempo, vai lembrar que eu já entrevistei o Game Designer da Ludic Studio, onde falamos sobre a criação do estúdio e o desenvolvimento do The Continue lendo

50.000 cópias por mês na STEAM e bundles

50.000 cópias por mês na STEAM e bundles

Você já pensou em desenvolver jogos autorais? E desenvolver praticamente sozinho, sem equipe? Fácil não é, mas hoje vou te apresentar uma pessoa que consegue ter sucesso nessa empreitada. Nesse novo episódio do podcast eu trouxe o desenvolvedor indie Walter Machado. A história do Walter é super interessante porque ele atuava como cirurgião dentista e hoje trabalha exclusivamente com jogos e praticamente sozinho. O Walter participou do podcast #30 e na época as discussões ao redor desse episódio foram muito interessantes. Agora, um pouco mais Continue lendo

Programando games na CAPCOM do Japão – Conheça a trajetória de Gus Martin

Programando games na CAPCOM do Japão – Conheça a trajetória de Gus Martin

Como você acha que é trabalhar como programador em jogos como Final Fantasy, Dragon Quest e Kingdom Hearts? Hoje, com muita alegria, está no ar o episódio de retorno do podcast! Nessa nova temporada, além de trazer desenvolvedores indie brasileiros, eu resolvi fazer uma coisa diferente. Eu vou trazer outros profissionais da indústria de jogos e também pessoas fodas de outras áreas que possam contribuir na nossa conversa sobre o mercado de games. Então não deixe de se inscrever no canal do Youtube e no Continue lendo

Desenvolvendo um jogo sozinho: os bastidores do game Dropp

Desenvolvendo um jogo sozinho: os bastidores do game Dropp

Entre outubro e novembro de 2018 aconteceu a 7ª Maratona da Academia de Produção de Jogos. Nessa edição os participantes tiveram 30 dias para o desenvolvimento do jogo com o tema sugerido de Minimalismo. Ao final da maratona, eu sempre faço uma mentoria com as equipes que entregaram o jogo para traçarmos juntos os próximos passos estratégicos do jogo (melhorias necessárias, plano de marketing, etc). Nessa edição eu decidi entrevistar algumas equipes que chegaram até o final e hoje você vai conhecer a história da Continue lendo

Desenvolvedores contam como foi desenvolver o jogo Circus in the Darkness

Desenvolvedores contam como foi desenvolver o jogo Circus in the Darkness

Entre outubro e novembro de 2018 aconteceu a 7ª Maratona da Academia de Produção de Jogos. Nessa edição os participantes tiveram 30 dias para o desenvolvimento do jogo com o tema sugerido de Minimalismo. Ao final da maratona, eu sempre faço uma mentoria com as equipes que entregaram o jogo para traçarmos juntos os próximos passos estratégicos do jogo (melhorias necessárias, plano de marketing, etc). Nessa edição eu decidi entrevistar algumas equipes que chegaram até o final e hoje você vai conhecer a história da Continue lendo

Equipe remota cria jogo em 30 dias: a história do The Awakening of Mummies

Equipe remota cria jogo em 30 dias: a história do The Awakening of Mummies

Entre outubro e novembro de 2018 aconteceu a 7ª Maratona da Academia de Produção de Jogos. Nessa edição os participantes tiveram 30 dias para o desenvolvimento do jogo com o tema sugerido de Minimalismo. Ao final da maratona, eu sempre faço uma mentoria com as equipes que entregaram o jogo para traçarmos juntos os próximos passos estratégicos do jogo (melhorias necessárias, plano de marketing, etc). Nessa edição eu decidi entrevistar algumas equipes que chegaram até o final e hoje você vai conhecer a história da Continue lendo

Estudo de caso: Desenvolvendo o jogo Energy Ball em 30 dias

Estudo de caso: Desenvolvendo o jogo Energy Ball em 30 dias

Entre outubro e novembro de 2018 aconteceu a 7ª Maratona da Academia de Produção de Jogos. Nessa edição os participantes tiveram 30 dias para o desenvolvimento do jogo com o tema sugerido de Minimalismo. Ao final da maratona, eu sempre faço uma mentoria com as equipes que entregaram o jogo para traçarmos juntos os próximos passos estratégicos do jogo (melhorias necessárias, plano de marketing, etc). Nessa edição eu decidi entrevistar algumas equipes que chegaram até o final e hoje você vai conhecer a história da Continue lendo

Programas para Criar Jogos: A Lista Definitiva (2018)

Programas para Criar Jogos: A Lista Definitiva (2018)

Se você quer descobrir os melhores programas para criar cada parte dos seus jogos, você vai adorar esse post. Aqui eu listei mais de 200 ferramentas úteis na criação de jogos, incluindo game engines, ferramentas para arte, música e efeitos sonoros. Você ainda pode utilizar os filtros abaixo para encontrar a melhor ferramenta para você. Depois de fazer a sua busca, não deixe de deixar um comentário contando o que você achou dessa lista. Você pode ter encontrado aquela ferramenta perfeita pro que você precisa… Continue lendo

O incrível Level Design do jogo Celeste (e o que você pode aprender com ele)

O incrível Level Design do jogo Celeste (e o que você pode aprender com ele)

Level Design é a área de desenvolvimento de jogos responsável por criar os ambientes do jogo, tanto do ponto de vista do gameplay quanto da ficção. É a partir desses ambientes (chamados de fases, mundos, missões, etc) que o jogador irá interagir com o universo do jogo. Neste artigo, nós vamos analisar o incrível level design do jogo Celeste. Celeste é um jogo indie de plataforma bastante desafiador e complexo, mas que consegue cativar jogadores de todos os níveis de habilidade. Lançado no início de Continue lendo

7 lições do CEO da Aquiris para desenvolvedores de jogos

7 lições do CEO da Aquiris para desenvolvedores de jogos

Em maio de 2018 aconteceu o GameDevTalks, uma série de encontros online que eu criei e que contou com a participação de diversos nomes importantes da indústria de jogos do Brasil. Foram 4 encontros ao vivo e no total mais de 3.000 pessoas participaram do evento podendo fazer perguntas para os participantes. Cada encontro possuía um tema e um deles foi “Pergunte ao CEO: Como criar e crescer uma empresa de jogos no Brasil” que contou com a participação do Mauricio Longoni, CEO da Aquiris Continue lendo

Como o Designer Gráfico pode trabalhar no mercado de games

Como o Designer Gráfico pode trabalhar no mercado de games

Muita gente acha que para começar a trabalhar com games é preciso alguma formação específica na área de Jogos Digitais. Isso está longe de ser verdade. O desenvolvimento de jogos é uma área incrivelmente multidisciplinar, na qual diversos profissionais de outros setores podem atuar utilizando as habilidades que já possuem. Um dos melhores exemplos é o Designer Gráfico. Por ter domínio em conceitos de artes e comunicação visual, pode trabalhar em diversas áreas do desenvolvimento de games, como ilustração, animação, modelagem, design de interface, entre Continue lendo

Como uma carta esquecida de Leonardo Da Vinci pode te ajudar a conseguir trabalho no mercado de games

Como uma carta esquecida de Leonardo Da Vinci pode te ajudar a conseguir trabalho no mercado de games

Eu não sei quem são seus ídolos, mas quando eu penso em pessoas que realmente me inspiraram através de suas vidas e trabalho, 3 pessoas vêm na cabeça: Richard Feynman, Prêmio Nobel de Física e uma daquelas personalidades “maiores que a vida” (que frequentemente aprontava no Carnaval do Rio de Janeiro, como você pode conferir na imagem abaixo): Stanley Kubrick (assistir “2001: Uma Odisséia no Espaço” foi uma das experiências mais impactantes da minha vida); Leonardo da Vinci, o gênio da Alta Renascença Italiana. Hoje Continue lendo

Como (e quando) criar um GDD: formatos, dicas e exemplos práticos

Como (e quando) criar um GDD: formatos, dicas e exemplos práticos

O GDD (ou Game Design Document) é um documento contendo todas as informações relevantes do design de um jogo: temática, mecânicas, plataformas, inimigos, levels, entre outros. Quando ainda estamos dando os primeiros passos no mundo de criação de jogos, é normal ficarmos perdidos na hora de tirar ideias da cabeça e colocar no papel. Para organizar nossas ideias e ter clareza sobre o jogo que será criado, o que precisamos é criar um bom GDD (não se preocupe, vou te explicar o que “bom GDD” Continue lendo

Maya – Guia do Iniciante [2018]

Maya – Guia do Iniciante [2018]

Um dos softwares mais utilizados para animação, modelagem, simulação e renderização 3D é o Maya. Ele é bastante utilizado tanto no desenvolvimento de jogos quanto por quem trabalha com TV e cinema. Continue lendo este artigo para saber mais sobre: Conhecendo o Maya Recursos do Maya Começando a utilizar a ferramenta Jogos criados utilizando Maya Comparando o Maya com outras ferramentas Conhecendo o Maya O Maya é um software pago da empresa Autodesk, assim como o 3ds Max, que tem um conjunto de ferramentas integradas Continue lendo

5 tipos de game assets que podem transformar ideias engavetadas em jogos publicados

5 tipos de game assets que podem transformar ideias engavetadas em jogos publicados

Jogos Digitais são artefatos incrivelmente complexos. São várias formas de arte reunidas em um único tipo produto: modelagem, pintura, música, escrita, programação e provavelmente outras mais que nem consigo pensar agora. Na busca por fazer jogos interessantes, todo desenvolvedor esbarra, mais cedo ou mais tarde, em uma dificuldade comum: dominar todas as habilidades necessárias para criar um jogo. Ao esbarrar nessa dificuldade, eu noto que a maioria dos desenvolvedores se divide em dois caminhos: Aqueles que tentam virar, do dia pra noite, o próximo Leonardo Continue lendo