PDJ SHow 09: André Alves fala da façanha de desenvolver A Vítima de Ouro sozinho, e dá dicas valiosas sobre gestão de projetos

0 Flares 0 Flares ×

Reproduzir

Olá!

Seja muito bem-vindo ao nono episódio do Produção de Jogos Show!

No PDJ Show eu, Raphael Dias, entrevisto desenvolvedores de jogos com dois objetivos em mente:

  1. Tentar extrair as melhores dicas para você, que também quer criar jogos;
  2. Entender melhor a história que cada desenvolvedor de jogos passa, para você saber que não está sozinho nessa jornada.

Essas entrevistas acontecem em dois blocos. No primeiro bloco, disponível gratuitamente no youtube e futuramente no iTunes (como podcast), você vai ficar sabendo a história do desenvolvedor e detalhes sobre a produção do seus jogos.

Na segunda parte, exclusiva para alunos da Academia de Produção de Jogos, o entrevistado vai entrar a fundo em detalhes do desenvolvimento do jogo, falar sua visão sobre o mercado independente de jogos e responder a diversas perguntas enviadas pelos nosso assinantes.

Nesse PDJ Show, o dono da vez foi André Alves, que fundou a Little Leds e fez a “loucura” de fazer um jogo do início ao fim, totalmente sozinho: A Vítima de Ouro. O jogo é um point em click inspirado nos games da Lucas Arts e em inúmeras obras da grande Agatha Christie, com investigação, inteligência e uma belíssima arte.

Vamos ver a entrevista?

Entrevista com André Alves

Nesta entrevista você vai saber mais sobre:

  • 02:45 – Sobre a carreira de André Alves – da formação em design gráfico, ao empreendedorismo em Design e Jogos
  • 04:12 – A ideia de começar a trabalhar em jogos point and click
  • 05:33 – Como André percebeu que poderia procurar trabalhar em jogos e em trabalhos voluntários na indústria
  • 07:17 – O que André Alves pode conquistar através do trabalho voluntário na indústria de jogos
  • 07:46 – Para quem quer começar – algumas estatísticas que todos devem saber
  • 08:47 – Engines que podem ajudar àqueles que querem produzir jogos point and click
  • 09:25 – Porque André decidiu desenvolver um jogo próprio, baseado em livros da Agatha Christie
  • 10:21 – Como André decidiu abrir a própria empresa, o que ele levou em consideração naquele e como a empresa se sustenta momento
  • 11:30 – O início dos esforços no A Vítima de Ouro
  • 14:56 – Saiba mais sobre o programa Sinapse da Inovação, de uma parceria entre BNDES e Sebrae
  • 18:35 – Brincando com Unity e simplificando – O legal é fazer o jogo dar certo!
  • 21:30 – A importância do empreendedorismo e da gestão do projetos, no mercado de jogos
  • 24:34 – Sobre A Vítima de Ouro e suas inspirações – saiba mais sobre o “jogo design”
  • 28:43 – Raphael e André debatem sobre a necessidade de ressaltar as suas maiores habilidades na produção de um jogo
  • 32:24 – O que André aprendeu fazendo o A Vítima de Ouro completamente só
  • 33:27 – Como a combinação entre um enredo investigativo e o estilo point and click promete trazer uma experiência mais prazerosa para o usuário
  • 34:33 – A história do jogo e como André produziu todos os diálogos
  • 37:02 – André fala mais sobre o tempo de desenvolvimento do AVDO e sobre a divisão de trabalho definida (do início ao fim).
  • 40:20 – Porque motivação e gerenciamento são essenciais em qualquer projeto
  • 42:02 – As etapas do desenvolvimento do AVDO e a importância do GDD
  • 51:49 – Dicas de gerenciamento e ferramentas úteis para administrar melhor seu trabalho

E muito, muito mais!

Como pode ver, essa entrevista está recheada de tópicos interessantes para aqueles que, como o André, sentem a necessidade de uma boa gestão para que o projeto flua com mais organização e menos surpresas desagradáveis.

Além disso, falamos bastante do jogo A Vítima de Ouro, da loucura e do prazer de se iniciar e concluir um projeto sozinho e, é claro, muitas dicas para quem é, ou quer ser, empreendedor na indústria de jogos.

Veja mais!

Show Notes

Encontre abaixo, alguns links sobre jogos, empresas e plataformas citados durante a entrevista.

Equipe da Little Leds:

  • André Alves

Onde Comprar o Jogo:

Trailer de A Vítima de Ouro:

Reproduzir

Jogos Mencionados:

Demais Empresas, Links e Ferramentas Mencionados:

E então, curtiu a entrevista?

Comente abaixo e vamos complementar o conteúdo da entrevista com um debate de qualidade sobre o jogo e sobre os demais assuntos abordados, além de parabenizar o André pelo A Vítima de Ouro. O cara realmente merece, afinal, não são todos que conseguem fazer um jogo do início ao fim, ainda mais em uma equipe de um homem só!

Se você tem PC, baixe o AVDO que está com um valor mais do que acessível pela Splitplay. Além disso, reflitam sobre a entrevista e conheçam as ferramentas de gestão que podem facilitar, e muito, toda a organização do seu projeto.

Considere como uma “lição de casa” dessa aula que o André Alves nos deu durante a entrevista =)

Quer saber como entrar no mercado de games?

Inscreva-se abaixo e receba meu Plano de Ação para descobrir os próximos passos para realizar seu sonho de trabalhar com jogos: